Faz um favor a ti mesmo: faz sexo lento!

28 April 2020 / informativo

Falando por experiência própria, a nossa vida é muito mais brilhante quando há sexo nela. Mas não estou a falar de qualquer tipo de sexo! Há vários estilos de fazer amor e há um que se está a tornar no meu favorito: sexo lento. Adicionar um pouco de sexo lento ao teu momento de marotice é realmente benéfico, enriquecendo a tua vida sexual de muitas maneiras. Acho que é importantissimo ter uma vida sexual ativa e melhor do que quantidade, é qualidade e por isso hoje vou falar sobre o sexo lento (de qualidade) e como podes levar a tua vida amorosa para o próximo nível.

Sexo lento? Ok. Mas porque é que estou tão entusiasmado com isso? Já vais descobrir!

O sexo lento é, como podes imaginar, um subconjunto do movimento lento que repensa nosso instinto de fazer sexo e de termos orgasmos. É um termo abrangente que pode incluir filosofias ou práticas sexuais mais específicas, incluindo sexo tantrico e meditação orgásmica. Em uma época em que a eficiência e a produtividade são altamente valorizadas, o conceito de acionar intencionalmente qualquer coisa - sem falar no sexo, que é naturalmente meio frenético - parece contra-intuitivo. Sexo lento é reprogramar a nós mesmos para saborear o momento com nossos parceiros. Mas isso não significa que você precise transformá-lo em um cenário de amor romântico.

Comparar sexo lento a uma rapidinha é como comparar fast-food a um banquete gourmet de sete pratos. A desaceleração da experiência sexual convida a uma percepção mais abrangente que envolve todos os sentidos e zonas erógenas que são frequentemente esquecidas quando estamos com pressa de chegar ao clímax. Sexo mais lento tem menos objetivos em mente e muitas vezes leva a uma gama maior de prazeres. Isso não quer dizer que haja algo errado com o sexo de curta duração. Rapidinhas podem aliviar a tensão, o estresse e ajudá-lo a dormir melhor. Mas se tudo o que tu fazes são rapidinhas, estás a perder bastante aqui.

Um grande benefício de diminuir a velocidade do sexo é que ele pode ajudar a preencher uma lacuna sexual natural entre ambos os sexos, caso estejas num relacionamento heterossexual. Os homens são programados para procriar a espécie, então instintivamente atingem o clímax rapidamente - geralmente mais cedo do que gostariam os seus parceiros. "As mulheres, por outro lado, tendem naturalmente a desejar sexo mais lento, mais sensual e impulsionado pelas preliminares, incluindo uma gama mais ampla de prazeres e muitas vezes orgasmos múltiplos".

Outra coisa que pode motivar-te a desacelerar as coisas entre os lençóis: é que é muito mais provável fazer vir as mulheres. Segundo as estatísticas, 70% das mulheres têm dificuldade em atingir o orgasmo através da penetração. As mulheres geralmente respondem melhor ao estímulo de todas as suas zonas erógenas antes das primárias. Por outras palavras, ter atenção aos seus lábios, orelhas, mamilos e até os dedos dos pés antes de seu clitóris.

Desacelerar para apreciar todas as nuances do prazer erótico cria uma sensação mais rica e duradoura de satisfação física que rejuvenesce, nutre e cura o corpo, fazendo-nos parecer e sentir-nos mais vibrantes por horas após o acto. Os benefícios estimulantes do sexo mais lento podem durar dias, melhorando sua qualidade de vida geral, da clareza mental a um brilho que parece melhor que a maquilhagem. Já te convenci?

Ah, e se tu achas que estás ocupado demais para passar horas a aproveitar com a tua parceira, acredito que simplesmente não saibas o que estás a perder.

Portanto, não percas a próxima oportunidade de exprimentar esta forma de fazer amor. Mais sexo, mais lento.


Classificados X