11 Dicas para teres relacões de curta duração de sucesso

22 April 2020 / informativo

Ao procurares conselhos sobre relacionamentos, vais encontrar uma infinidade de informações e dicas sobre casamentos, companheirismo e relacionamentos de longo prazo. Mas e as relações de curto prazo? Em uma cultura em que as conexões casuais não são aceites, mas aumentam com aplicações de namoro, é importantíssimo tirar-mos o melhor partido das relações de curto prazo com o respeito. Para tornar estas relações benéficas para ambos os intervenientes é necessário haver comunicação clara e muito respeito.

Sê claro sobre aquilo que procuras

Relacionamentos de curto prazo podem significar coisas diferentes para pessoas diferentes. Para alguns, pode trazer à mente uma conexão rápida ou uma noite, enquanto que para outros pode ser um relacionamento que dura uma semana ou um mês. Alguns podem querer que seja puramente físico, enquanto outros também procuram uma conexão mental. Sê claro com o teu parceiro sobre o que estás à procura. Se não tiveres a certeza daquilo que desejas, comunica isso também. Uma boa comunicação evita que alguém saia magoado da relação

Tem um perfil real

Se estiveres a usar uma aplicação ou site de namoro para encontrar parceiros, tenta tornar o teu perfil o mais realista possível. Imagens e informações erradas levam a expectativas erradas também. Para além disso, tenta não cair nos padrões de perfis que se vêem por aí. Se o teu perfil for único e claro vai ser uma mais valia para ti. Um perfil mais conciso atrairá parceiros mais específicos. Muitas pessoas usam aplicativos de namoro e conexão, embora as suas intenções possam variar drasticamente. Deixe suas intenções claras.

Não mintas sobre as coisas importantes

É verdade que podes não querer divulgar todas as tuas informações com um estranho ou uma pessoa que conheceste apenas há algumas horas. Estas pessoas não precisam de saber todos os detalhes da tua vida. Mas não mintas ou ocultes detalhes que podem afetar o engate. Não escondas informações sobre o teu sexo, corpo, estado de relacionamento ou até mesmo DSTs para evitar situações desagradáveis.

Nunca assumas nada

Evita fazer suposições sobre as preferências ou expectativas sexuais de alguém. Só porque já tiveste relações sexuais com alguém de uma certa maneira antes, não significa que essa pessoa esteja apaixonada pela mesma experiência. Se não tiveres a certeza, pergunta.

Mantém sempre um plano

Se desejas que o teu engate se direccione para algo sexual que requer um espaço privado, tens que ter um plano para fazers isso funcionar. Tenta sempre saber se o espaço do teu parceiro está disponível e caso não esteja, tens que saber quais são as outras opções que tens. Será que tens algum amigo disposto a dar-te um espaço para um noite? Um apartamento para alugar perto que esteja disponível para reserver no último minuto? Ou um clube de sexo local onde te podes diverir? Se não tiveres um espaço disponível ou não tiveres tempo, informa o teu parceiro. O teu plano também se deve estender ao controlo da natalidade e à proteção contra as DSTs. Se tens um método preferido, trás o teu material. Não te esqueças que objetivo é teres prazer, mas é sempre possivél tê-lo de forma segura. Se adoras usar lubrificante ou queres levar um vibrador para a festa, não te envergonhes.

Conta a alguém

Num mundo onde existe bastante violência sexual, a triste verdade é que tens que te proteger. Se não conheces bem o teu parceiro nunca sabes o que te espera. Envia um sms a alguém de confiança a partilhar a tua localização e informa essa pessoa das informações do teu parceiro, incluindo nome e número de telefone.

Cuidado com a tua ingestão de álcool e drogas

Pode ser tentador aproveitar a oportunidade de conhecer e fazer sexo com alguém pela primeira vez com algumas bebidas ou talvez uma ganza. No entanto, fica atento ao teu consumo e níveis de intoxicação. Sim, pode libertar algumas de tuas inibições, mas também reduz o tempo de reação e a consciência. Após certos níveis de intoxicação, as linhas de consentimento e comunicação ficam borradas, o que pode levar a situações prejudiciais para todos os envolvidos.

Também pode ser o caso de te fazerem usar drogas e álcool para se aproveitarem de ti. Sim, isto acontece. Se suspeitares que isso te está a acontecer, tenta contar a alguem, mesmo que seja um desconhecido.

Conheça seus limites

É sempre uma boa ideia manteres os teus limites sexuais durante uma relação. Os limites sexuais e de relacionamentos não devem ser ultrapassados pois isso pode trazer arrependimentos. Pensa qual é que seria a tua experiência sexual ideal e o que é que ela incluiría. Depois imagina o que não incluiría. Gostas de sexo oral, mas não te sentes à vontade com a penetração? Animado com a idéia de rimming, mas não com nada sendo inseridona tua bunda? Estes são os teus limites.

Ao discutires os teus limites, crias uma estrutura na qual tu e os teus parceiros podem atuar. Isso pode ajudá-los a relaxar, sabendo que tu lhes disseste o que não estás à vontade para fazer.

Consentimento Consentimento Consentimento

Fazer perguntas durante uma relação é vital. As negociações não param assim que a ação começa e a comunicação precisa permanecer durante os atos físicos também. Pergunta se podes tocar, estimular ou entrar no corpo de uma pessoa. Presta atenção também à linguagem corporal do corpo do teu parceiro.

Se alguém te der uma nega durante o sexo, tenta não ficar chateado. Entende que os limites de uma pessoa são exclusivos a ela e geralmente decididos antes da teres conhecido.

Respeitoso adeus

Não faças promessas tipo "eu depois ligo-te" ou "vamos fazer isso outra vez" se não tencionas fazer nada outra vez. Um simples "diverti-me muito" ou "foi maravilhoso conhecer-te" deixa uma mensagem gentil sem prometer nada que não vás cumprir. Desta forma, não crias falsas esperanças e talvez um dia ainda lá voltes.

Se os sentimentos se desenvolverem

Acontece! Tu vais para uma noite de sexo bem definida, com grandes limites e com a comunicação perfeita do que vai acontecer, mas nem sempre as coisas correm como prevês. A melhor forma de lidares com estas situações é seres claro sobre os teus sentimentos sem ter expectativas que os sentimentos do teu parceiro sejam como os teus. Se o teu parceiro definiu claramente que só queria uma relação de curto prazo, não é razoável acreditar que a opinião dele mudou só porque a tua mudou.


Classificados X